Compartilhar:

No mês passado, na apresentação anual “State of the Word” para 2020 , o CEO da Automattic e co-fundador do WordPress Matt Mullenweg anunciou que o WordPress agora alimenta 39% dos sites, conforme medido pela W3Techs. O número, na verdade, cresceu um pouco mais desde então, para 39,5% . 1 Talvez no próximo mês passe de 40%.

 

A chegada do WordPress

No entanto, o que é mais notável para mim que acompanhei a chegada do WordPress e trabalho há mais de 07 com ele, é ver que em dezembro de 2020, pela primeira vez, o número de sites que usam WordPress ultrapassou o número de sites que NÃO usavam nenhuma forma de sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS).

Tenho notado essas medições por muitos anos, enquanto avalio qual CMS usar para vários locais.

Mas sempre havia essa categoria “Nenhum” que significava que a W3Techs não conseguia identificar um CMS sendo usado. Podem ser sites que usam apenas servidores da web simples, ou sistemas de design personalizado, ou possivelmente CMS’s que foram personalizados até agora que não são mais distinguíveis. (Ou o pessoal de segurança pode ter ofuscado o uso do CMS.)

Colocando de outra forma – agora existem mais sites usando WordPress do que servidores personalizados.

Eu vejo isso como um excelente marco – parabéns a todos os envolvidos no ecossistema WordPress! A comunidade WordPress tem a missão de “democratizar a publicação” – tornar mais fácil para todos publicarem suas informações na web usando tecnologias de código aberto. Assim como as tecnologias de código aberto (ex. Apache e NGINX) são os servidores web dominantes usados ​​na Internet ( veja as estatísticas ), a comunidade quer ver o WordPress se tornar uma “camada de publicação” de código aberto na Internet.

 

O que eu já fiz com WordPress

Como alguém envolvido com mais de 457 sites que rodam em WordPress, ajudou empresas a faturarem em 2020 mais de R$ 675.000,00 em vendas em lojas feitas em WordPress, dou boas-vindas a este crescimento contínuo do ecossistema WordPress!


Isso significa mais opções e menos bloqueio potencial a sistemas web proprietários fechados. Será interessante ver o quanto o WordPress continua crescendo!

  1. Para ser justo, é importante deixar claro que não se trata de  todos os sites da Internet global, mas sim dos 10 milhões de sites principais classificados pelas listas Alexa e Tranco ( leia mais sobre a metodologia deles ). Esta é uma uma boa amostra representativa – e a equipe da W3Techs tem rastreado essas informações há muitos anos e, portanto, há uma longa história de dados de tendência

 

Compartilhar: